28 de abr de 2013

PAZ INTERIOR

A VAQUINHA

Um mestre passeava por uma estrada com seu discípulo quando viu um sitio pequeno e pobre. Os moradores se vestiam com trapos. O mestre perguntou: Como sua família sobrevive? O sitiante respondeu: Temos uma vaquinha que dá leite todos os dias. Uma parte nós vendemos ou trocamos e, com a outra arte  produzimos queijo e coalhada. O sábio agradeceu a informação e partiu. No meio do caminho, ordenou a seu discípulo: Pegue a vaquinha, leve-a ao precipício e jogue-a lá para baixo. O jovem arregalou os olhos e disse que a vaca era o único meio de sobrevivência daquela família. Diante do silêncio, cumpriu a ordem. 

Alguns anos depois, o jovem, ainda com remorso, resolveu voltar ao lugar para pedir perdão. Quando se aproximava do sítio, avistou árvores floridas, carro na garagem e crianças no jardim. Imaginou que a humilde família tivera que vender o sítio. Chegando lá, viu o mesmo casal e as crianças, agora muito bem arrumadas. Perguntou: Como o senhor melhorou este sítio e mudou tanto sua vida? O homem, entusiasmado, respondeu: Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Precisamos fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que possuíamos. Assim, nos esforçamos e alcançamos o sucesso. (autora: Clarice Santana)    
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário